• Mariana Pires (MTB 14286)

Marenco cobra executivo sobre a demora do edital para a cadeia produtiva da cultura




Diante do fato de os gaúchos estarem há mais de um mês em distanciamento social, Luiz Marenco se manifestou “muito preocupado com meus companheiros da cadeia produtiva da música que foram pegos de surpresa com esta situação pandêmica. Com o cancelamento de todos os eventos culturais, imediatamente procuramos sugerir ao executivo estadual algumas ações na tentativa de minimizar os problemas econômicos causados pelo Covid 19. Ainda no dia 17 de março, encaminhei um oficio ao Sr. Fernando Postal, diretor do Banrisul, solicitando abertura de créditos a microempresários, artistas e profissionais autônomos, mas até agora não tivemos êxito”.


Diante da demora de uma solução real por parte do governo, na tarde de sexta-feira o deputado fez um contato com a secretária de Cultura Beatriz Araújo quem relatou que, por trâmites legais, ainda não conseguiu lançar os editais emergenciais para amenizar a situação dos artistas e demais profissionais da nossa classe. Contudo, no dia 13 de abril foi publicado no Diário Oficial, o edital de convênio. Não havendo contestação, nos primeiros dias da dessa semana já poderia ter sido publicado um edital que vai permitir que que a classe profissional possa, com dignidade, concorrer a possibilidades de ganhos financeiros com seu trabalho criativo e artístico em projetos culturais, mas até hoje (23/04), nada foi concretizado.


Numa rápida pesquisa feita pelo gabinete, contatou-se que os estados do Amazonas, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, São Paulo, Piauí, Rio de Janeiro, Ceará, Pará, Distrito Federal, Pernambuco, Goiás já lançaram editais e estão bem mais adiantados do que o Rio Grande do Sul no socorro à classe artística. “A palavra do dia é urgência, não dá mais para esperar e eu peço que haja mais agilidade por parte do governo do Estado”, afirma Marenco, “mesmo trabalhando de casa, minha equipe e eu estamos à disposição do para as diversas demandas que surgem nestes tempos difíceis, contem comigo”.

14 visualizações0 comentário