• Mariana Pires (MTB 14286)

Aprovado projeto que declara Caxias do Sul "Capital dos CTGs"



O Projeto de Lei que o deputado Luiz Marenco protocolou em 12 de setembro de 2019, com o intuito de tornar a cidade de Caxias do Sul a Capital Estadual dos CTGs e incluir a Semana Farroupilha do município no Calendário Oficial do Rio Grande do Sul, foi aprovado em plenário nesta terça-feira (20).

Na época, Marenco atendeu à solicitação dos vereadores pedetista daquela cidade serrana, Rafael Bueno e Ricardo Daneluz, que informaram os dados colhidos no MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho, de que Caxias do Sul possui 68 Centros de Tradições Gaúchas e uma Semana Farroupilha que acontecia, ininterruptamente até então, desde os anos sessenta.

Ao considerar a extrema importância dos CTGs, entidades que integram as famílias em sua diversidade de faixa etárias, num ambiente sadio de conquista de valores e sentimentos de pertencimento, o deputado julgou pertinente protocolar o projeto que tramitou e nesta semana foi avaliado por seus pares. “Barbosa Lessa reconhecia nos Centros de Tradições, além da sociabilização do núcleo familiar, a capacidade de auxiliar o Estado na solução de problemas cruciais da sociedade atual” afirma Marenco.

A Semana Farroupilha de Caxias do Sul se tornou o segundo maior evento da cidade, com ampla produção cultural envolvendo 100 artistas, gerando uma movimentação de público de cerca de 300 mil pessoas e um acampamento com aproximadamente 10 mil pessoas. Além disso, realiza em sua programação, um festival de música, poesia, dança e provas campeiras, um desfile temático com mais de 2,5 mil participantes, o que atrai um grande público e a visitação de 2 mil alunos.

Diante da importância deste movimento cultural de Caxias do Sul, o deputado firmou compromisso em apoiar esta ideia de seus colegas partidários e hoje, depois de quase dois anos se torna realidade. “Caxias do Sul, passa a ser a Capital Estadual dos CTGs e ter sua Semana Farroupilha inserida no calendário oficial do Estado”, comemora Marenco.

15 visualizações0 comentário