• Mariana Pires (MTB 14286)

Comissão traz representantes de Pernambuco e Bahia para debater a cadeia produtiva da cultura



Na próxima quinta-feira (12), a Comissão Especial da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha da Assembleia Legislativa do Estado recebe o Secretário de Cultura de Pernambuco e o Superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia em uma Audiência Pública para debater as experiências de sucesso dois estados em promover as suas culturas regionais. O evento acontecerá no Espaço de Convergência da Assembleia, em Porto Alegre, às 18h, e tem entrada franca.


Proposta e presidida pelo deputado Luiz Marenco (PDT), a Comissão Especial vem aprofundando temas importantes para o artista gaúcho, tais como os incentivos e financiamentos públicos e privados, o aperfeiçoamento da legislação de apoio à cultura, os mecanismos de arrecadação e distribuição dos direitos autorais e os desafios impostos às culturais regionais pela globalização.

Além de ser um dos pilares da construção da identidade individual e coletiva, a cultura é um mercado promissor no combate ao desemprego, na geração de renda e na produção de bens com a marca do Rio Grande do Sul. Levantamentos apresentados em uma das audiências públicas da comissão, revelam que há mais de 27 mil empresas na área da economia criativa no estado, aproximadamente 130 mil postos de trabalho - mais que a construção civil -, e que a economia criativa é responsável por 2,3% do PIB gaúcho, números que muitos desconhecem.


Para enriquecer o debate sobre este cenário, a comissão convidou Gilberto Freyre Neto, Secretário de Cultura de Pernambuco, e Alexandre Freitas Simões, Superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia, para virem expor as experiências positivas de seus estados na promoção e fortalecimento da cultura e folclore locais. Para se ter uma ideia, o faturamento do carnaval de Pernambuco neste ano foi de R$ 457,8 milhões, cerca de 3,4% a mais do que em 2019. Já no Carnaval de Salvador, 16,5 milhões de pessoas circularam pelas ruas da capital baiana, incluindo as festas pré-carnavalescas. “Verba para a cultura criativa é um importante investimento, porque além do benefício social e artístico, indicadores apontam que a cada R$ 1,00 aplicado em cultura através das Lei de Incentivo à Cultura Federal, R$ 1,59 retornam para a economia local. Como legisladores, precisamos perceber o potencial da economia criativa para o desenvolvimento humano e econômico do nosso estado, e essa é a proposta da nossa comissão”, afirma Marenco.


Serviço:

O quê: Audiência Pública da Comissão Especial da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha

Painelistas:

Gilberto Freyre Neto - Secretário de Cultura de Pernambuco

Alexandre Freitas Simões - Superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia

Carmen Langaro - Secretária de Estado Adjunta da Cultura do Rio Grande do Sul

Quando: 12 de março, 18h

Onde: Espaço de Convergência da Assembleia Legislativa

Informações: 51 3210.1969

Entrada Franca.

6 visualizações0 comentário